A FALTA DE SEXO PODE SER O TERMÔMETRO DO RELACIONAMENTO?

Rapidamente, respondendo a essa pergunta, qualquer pessoa diria que sim! Se alguem ,não tem vontade de fazer sexo com seu parceiro então é obvio,que o relacionamento vai de mal a pior .
Mas ,vamos analisar de maneira mais aprofundada essa questão.
Precisamos relembrar o que cada um dos parceiros, buscava como plenitude de relacionamento.Se sua parceira buscava o diálogo, a compreensão e um companheirismo como objeto de desejo e achou isso em você, talvez ela se encontre totalmente satisfeita com o que você proporciona . Para ela está ótimo assim, afinal você dá tudo o que ela esperava receber . A falta de sexo nesse caso, não é um desdém por sua pessoa e sim pelo contrário, é o desejo TOTALMENTE satisfeito pelo o que você proporciona.Então o ideal é entender o que cada um busca ao encontrar um parceiro .Nesse caso o que fazer então ?
Nesse caso, deixe claro a falta que faz para você ,o pouco sexo que vocês têm. Não fale num tom ameaçador (se você não melhorar nisso, vou buscar quem me dê mais prazer !), isso não vai ajudar em nada, pelo contrário ela vai se ressentir, pois para ela está tudo em paz entre vocês.
Há o caso, em que a falta de sexo é a tradução da grande distância que o casal se encontra. Ela não lhe interessa mais ,como ele também não a interessa como antes .
É preciso ficar atento para que o ato sexual não fique como um mero apertar de botões adequados numa sequência congelada, sistematizada.
Muitas vezes os parceiros perdem o interesse sexual mútuo, pois não há demonstração de interesse por alguma das partes, então o sexo perde a sua lógica que é de lubrificar a relação, deixa-la leve, excitante.
A falta de sexo pode sim ser um índice alarmante quando o relacionamento como um todo está entediante.Nesse caso o termômetro vai aferir o que está óbvio, uma temperatura baixa, sem excitação alguma nesse casal, nessa situação não é apenas o sexo que precisa melhorar e sim a relação como um todo.



Sandra Mariani

2 comentários:

Olá. Concordo plenamente que ele, o sexo, não é tudo, mas tudo sem ele não é nada. passei por uma experiência dessas, em que me sentia muito fora da relação por não ter de volta no mesmo peso o que queria dar. Confesso que no início pequei por não conversar e sim COBRAR e vi que não foi o lado correto. A falta de diálogo acabou or estragar uma bela relação, pois quando notamos o que não conversávamos, foi tarde e o ENCANTAMENTO se foi e assim terminamos. Uma pena.

[Responder comentário]

Postar um comentário